ARTIGOS

Dieta sem glúten não é recomendada para pessoas sem doença celíaca

                     

Este artigo bem sucinto publicado em 3 de maio (2017) na British Medical Journal  (KMIETOWICZ, 2017) novamente coloca em cheque esse modismo exagerado que surgiu com a dieta “gluten-free”.

Agora, parece que as pessoas estão experienciando um efeito placebo quando afirmam que se sentem melhor quando retiram o glúten e a lactose do dia-a-dia! De tanto ouvirem falar que fará bem retirar esses componentes da alimentação, o fazem e ainda dizem se sentir melhor!

O artigo é bem interessante e não é o primeiro a afirmar que quem não é celíaco não precisa abolir alimentos contendo glúten da alimentação. Também diz que a restrição de glúten pode resultar em uma baixa ingestão de grãos integrais, que estão associados com benefícios cardiovasculares. Os pesquisadores disseram que a promoção de dietas sem glúten entre as pessoas sem doença celíaca não deve ser encorajada.

O número de pessoas sem doença celíaca que evitam o glúten aumentou nos últimos anos, disseram os pesquisadores, em parte porque ACHAM que o glúten pode ter efeitos nocivos para a saúde. Mas nenhum estudo a longo prazo avaliou a relação entre o glúten dietético e o risco de doenças crônicas como a doença coronariana em pessoas sem doença celíaca.

Uma equipe de pesquisadores com sede nos EUA decidiu lidar com isso, analisando dados de 64 714 mulheres e 45 303 homens EU profissionais de saúde sem história de doença coronária, que completou um questionário alimentar detalhada em 1986, que foi atualizado a cada quatro anos até 2010.

Durante este período de 26 anos, as pessoas com uma ingestão de glúten no quinto mais baixo tiveram uma incidência de doença cardíaca coronária de 352 por 100 000 anos pessoa, e aqueles com o quinto mais alto de ingestão de glúten tinha uma taxa de 277 eventos por 100 00 anos pessoa. Após ajuste por fatores de risco conhecidos, não foi encontrada associação significativa entre a ingestão estimada de glúten e o risco de doença cardíaca coronariana subseqüente.

Concluíram que suas descobertas "não apoiam a promoção de uma dieta restrita ao glúten com um objetivo de reduzir o risco de doença coronariana". E advertiram que "a promoção de dietas isentas de glúten com a finalidade de prevenção de doença coronariana entre pacientes assintomáticos sem doença celíaca não devem ser recomendadas".

Procure sempre um nutricionista competente e atualizado!
Grande abraço

#qualidadedevida #projetosaúde #nutrição #nutriçãoesportiva #treino #vidasaudável #alimentaçãosaudável #emagrecimento #suplementos #suplementação #academia #nutricionista #musculação #massamagra #intensidadetotal #markofortes #realsportsnutrition

Referências
KMIETOWICZ, Z. Gluten-free diet is not recommended for people without celiac disease. BMJ (Clinical research ed.), v. 357, p. j2135, 2 maio 2017.

voltar
© 2016 Todos os direitos reservados a MARKO FORTES