ARTIGOS

Será que o que você come, pode te matar?

                                      
                     

Estamos vivendo em umá época de muita informação. Por um lado, isto é bom, pois permite o acesso ao conhecimento. Mas, também existe um grave problema.

A informação “re”passada ou compartilhada que é superficial demais ou errônea. A forma como é divulgada a informção cheio de “floreios” e uma foto bonita passa credibilidade e acaba vendendo muito. Então assuntos como exercício em jejum, detox, glúten, açúcar e óleo de coco, jejum intermitente e procedimentos estéticos “emagrecedores” ganham disparado.

Um artigo no JAMA desse mês (07/03) fez uma associação muito importante entre dieta e mortalidade nos Estados Unidos (Micha et al., 2017).

Foi feito uma pergunta: Qual é a mortalidade estimada por doença cardíaca, acidente vascular cerebral ou diabetes tipo 2 (mortes cardiometabólicas) associada a baixa ingestão de fatores dietéticos?

Assim, surgiu uma resposta bem interessante.Em 2012, a ingestão baixa de fatores alimentares foi associada com 318656 mortes cardiometabólicas!!! Representando 45,4% das mortes cardiometabólicas totais. Essas mortes estavam relacionadas ao excesso de ingestão de SÓDIO, à ingestão insuficiente de NOZES / SEMENTES, ao alto consumo de CARNES processadas e à baixa ingestão de gorduras ÔMEGA-3 de frutos do mar.

Então eu digo a vocês que a ingestão inadequada de alimentos e nutrientes específicos foi associada a uma proporção substancial de mortes por doença cardíaca, acidente vascular cerebral ou diabetes tipo 2. Por isso que antes de prescrever 3, 4 ou 5 suplementos nutricionais, se o equilibrio entre micro e macronutrientes estiver prejudicado, não há suplemento nem dieta detox que dê jeito! kkkkkkkk

Procure sempre um médico, treinador e um nutricionista competentes e atualizados!
Grande abraço

#qualidadedevida #projetosaúde #nutrição #nutriçãoesportiva #treino #vidasaudável #alimentaçãosaudável #emagrecimento #suplementos #suplementação #academia #nutricionista #musculação #massamagra #intensidadetotal #markofortes #realsportsnutrition

Referências
MICHA, R. et al. Association Between Dietary Factors and Mortality From Heart Disease, Stroke, and Type 2 Diabetes in the United States. JAMA, v. 317, n. 9, p. 912–924, 2017.

voltar
© 2016 Todos os direitos reservados a MARKO FORTES